Infoway Cabeçalho
Esporte

Bernardinho fala da sua trajetória na Seleção Brasileira em palestra

A Unisul é uma das apoiadoras da palestra “Transformando suor em ouro”  que será ministrada por Bernardo Rezende, o Bernardinho, um dos maiores nomes da história do voleibol, com mais de trinta títulos importantes nas seleções brasileiras feminina e masculina. O evento acontece no dia 21 de setembro, às 20 horas, no Centrosul, na sala Plenária Ouro, em Florianópolis.

A palestra é promovida pela CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas de Florianópolis e faz parte do programa Inova + Ação da CDL. A Unisul também é uma das parceiras do evento. Todos os acadêmicos, docentes e colaboradores da Unisul poderão adquirir o ingresso com valor promocional de R$ 60,00 (sessenta reais) através da UNIEJEF – Empresa Júnior do Curso de Educação Física, pelo whatsapp (48) 99168.8349. Para os demais interessados os ingressos podem ser adquiridos:http://www.cdlflorianopolis.org.br/

O evento é destinado a todos que simpatizem com o tema e a empreendedores que desejem atribuir aos seus negócios mais inovação e liderança. Para a palestra, Bernardinho trará um pouco do que já trata seu livro que leva o mesmo nome “Transformando Suor em Ouro”. Na obra o ex-técnico fala da sua trajetória profissional, sua consagração como técnico com ouro olímpico, suas dificuldades e desafios da profissão.  Para a palestra ele falará de trabalho em equipe, liderança, motivação, disciplina, concentração, perseverança, comunicação, comportamento, definição de metas e coaching.

BERNARDINHO

Bernardo Rocha de Rezende é um ex-jogador e treinador de voleibol brasileiro. Como treinador, Bernardinho é um dos maiores campeões da história do voleibol, acumulando mais de trinta títulos importantes em vinte e dois anos de carreira dirigindo as seleções brasileiras feminina e masculina. Entre 2001 e 2017, foi o técnico da Seleção Brasileira de Voleibol Masculino, tendo conquistado dois ouros olímpicos (2004 e 2016), três Campeonatos Mundiais, duas Copas do Mundo, três Copas dos Campeões e oito Ligas Mundiais. Conjuntamente à sua passagem pela Seleção Brasileira de Voleibol Feminino, Bernardinho conquistou seis medalhas olímpicas consecutivas (de 1996, em Atlanta, a 2016, no Rio de Janeiro): dois bronzes, duas pratas e dois ouros.


Topo