Turismo

Caminhada noturna em Siderópolis

Caminhar à noite guiados por lanternas, ouvir os sons dos grilos, observar a luz intermitente de um vagalume, fazer xixi na estrada, sentar numa pedra para comer uma fruta, ouvir vozes e risadas quebrando o silêncio. Estas foram experiências vivenciadas por um grupo de amigos na noite de sexta-feira, dia 15. A aventura iniciou no dique da Barragem do Rio São Bento e terminou na Gruta da Serrinha, em Siderópolis.

Antes de iniciar a caminhada de 12 quilômetros, eles curtiram a beleza do sol se escondendo atrás da serra e finalizaram admirando a lua nascendo no horizonte. Sentados na abertura da gruta observaram as luzes iluminando o lago da barragem, Nova Veneza e Criciúma.

“Já fiz esta trilha de dia. Eu já a conhecia e como tenho medo de me perder, presto atenção e lembro de detalhes do percurso. Eu queria ter as sensações e percepções de caminhar sob o céu estrelado com a lua cheia iluminando o caminho. As pessoas que estranham os motivos que nos levam a fazer isso, deveriam experimentar”, comentou Alexandre De Menech, 27 anos, morador de Cocal do Sul.

Help Cell
Confraria do Pão
Para Criar

A guia de turismo e proprietária da Pousada São Lourenço, Cris Belarmino, costuma conduzir grupos durante o dia. “É uma caminhada contemplativa, por uma estrada antiga, com uma vista incrível da barragem e termina numa gruta esculpida pela natureza. Neste lugar, moradores da comunidade de São Pedro cravaram a imagem da Imaculada Conceição de Nossa Senhora, em 1954”, explicou Cris.

A operadora de turismo Roteiros do Sul, de Nova Veneza, organiza eventos de ecoturismo na região há onze anos. “Oferecemos trilhas leves, pesadas e com acampamento. A Cachoeira do Cantão tem atividade como rapel. E, também fazemos quando o tempo colabora e em noites de lua cheia uma trilha noturna”, informou a proprietária, Franciele Zuchinali Ghellere.

ANA LÚCIA PINTRO

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Topo