Colunistas

“Então é Natal – O que você fez?”

É uma tradução da famosa música de John Lennon – So this is Christmas (War is over).

Essa canção é uma excelente reflexão sobre o ano que passou.

Ainda que possa parecer estranho e até mesmo desconfortável olhar para nossas ações do passado, esta ainda é uma das formas que temos para mudar ou melhorar o que não foi legal.

Confraria do Pão
Alice Decorações
Laboratório Dal Pont
Para Criar
Sidertur
Studio LE

Ao fazermos uma retrospectiva, devemos ter em mente o ano que você (indivíduo) passou, e não no ano em geral, de todos, do mundo. Até porque você não vai conseguir mudar o mundo e sim, com certo esforço, apenas você mesmo.

Ao conversar com as pessoas sobre o ano de 2020, percebeu-se uma certa consciência coletiva, onde a grande maioria afirma ter sido um ano ruim.

Mas será mesmo que o SEU ano foi ruim?

Faça o seguinte exercício. Escreva em uma folha todas as coisas boas que te aconteceram, que te fizeram feliz ou que de alguma forma te trouxe coisas boas. Faça isso de cada mês. Depois faça a mesma coisa, mas agora sobre o que não foi bom, que te fez sofrer de alguma forma. E depois compare. Só aí você realmente verá se o SEU ano foi bom ou ruim.

Depois desse exercício, faça um outro, agora refletindo sobre o que não foi tão bom assim, e quais as atitudes que poderia mudar para fazer desse momento ruim, algo mais agradável. Claro que, nem tudo depende só de nós, mas o que for, é possível mudar sim.

O ano de 2020 foi de grandes mudanças de hábitos e comportamentos. Avalie se isso foi positivo ou negativo para você. Bem como as suas relações sociais.

Outra questão a ser observado, é que as coisas, em modo geral, não vão mudar de uma hora para outra. Não será como um passe de milagre que a virada do dia 31 de dezembro a vida será outra.

As metas e objetivos que dispomos a alcançar durante o ano que vai entrar, devem estar bem claras e definidas. Isso porque ainda estamos vivendo uma pandemia, e enquanto essa questão em especial não for resolvida, muita coisa ainda deverá levar um certo tempo para voltar ao que chamamos de “normal”. E para evitar a ansiedade, o excesso de preocupações, frustrações e decepções, é necessário que sejamos prudentes e sensatos na hora de estabelecer essas “metas e objetivos”.

Uma dica bem legal, é fazer um planejamento “passo a passo”. Uma pesquisa da Universidade de Minnesota mostrou que as pessoas com metas menores e a curto prazo, têm maior chance de atingi-las.

Um exemplo clássico são as metas de emagrecimento. A grande maioria das pessoas pensam em um número específico que quer enxergar na balança. Mas ainda não sabe se sua meta é realista, e pode ficar desanimado ao pensar em quanto vai demorar para chegar lá. Por exemplo, tome como inicial perder apenas dois quilos e meio. Depois de chegar nesse marco, pode estabelecer um novo objetivo de mais dois quilos e meio… e depois outra… e depois outra. E quando se perceber você atingiu seu objetivo de uma forma mais leve, sem pressão e com menos frustrações. Isso vale também para outros objetivos a serem alcançados no próximo ano.

Desejo a todos um Feliz Natal e que o Ano de 2021 seja repleto de realizações.

Uma grande abraço

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Topo