Colunistas

O idoso ativo!

A Organização Mundial da Saúde estima que, em 2050, à população mundial com idade superior a 60 anos chegue à 2 bilhões.

Um dos componentes mais importantes para se ter uma boa saúde é o estilo de vida adotado pelas pessoas, o qual pode ser entendido como as ações realizadas pelo indivíduo no seu dia a dia.

A participação do idoso em programas de exercícios físicos é uma forma independente para prevenir uma série de declínios funcionais associados com o envelhecimento.

Confraria do Pão
Espaço Aurora
Clovis Rodrigues
Studio LE
Beto Auto Som
Sidertur
  • Entre os benefícios podemos destacar:
  • Aumento/manutenção da capacidade aeróbia;
  • Aumento/manutenção da capacidade muscular;
  • Prevenção de doenças;
  • Diminuição do risco de quedas;
  • Melhora da qualidade óssea;
  • Diminuição da ansiedade;
  • Diminuição do estresse;
  • Melhoras do humor e qualidade de vida.

Os cuidados com a saúde e à prática de exercícios físicos, bem orientados, atuam no organismo dos idosos como mecanismos de tratamento e prevenção secundários das doenças crônicas.

Um bom planejamento contemplando as necessidades dos idosos é de fundamental importância, o conhecimento do histórico e condições atuais deste indivíduo devem serem levados em conta.

Incluir exercícios aeróbicos, exercícios de força muscular e também de flexibilidade fazem parte de um tratamento de sucesso para alcançar os grandes objetivos.

A idade não importa, não pode ser entendida como desculpa, para qualquer faixa etária da vida busque à sua rotina, sua intensidade e supere os seus limites de forma inteligente.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Topo