Instituto Mix
Colunistas

Por que os psicólogos dizem ser tão importante aceitar a ansiedade?

Nada que você não aceite, poderá ser mudado. Vamos partir de um exemplo bem simples: uma família que decidiu reformar a casa; juntos, perceberam e chegaram a conclusão que as paredes da cozinha estavam gastas e apresentando insegurança para os que ali frequentavam, portanto, aceitaram que aquelas paredes precisavam de uma reforma, e só depois da aceitação, é que foram atrás dos profissionais adequados para isso.

Mas, e se essa família, tivesse primeiro pesquisado os valores, para depois decidir? Lhe respondo que a aceitação ainda não estava completa. Você conhece alguém que já perguntou para um psicólogo o valor da sessão, mas nunca marcou uma terapia? Ou com algum médico, fisioterapeuta ou qualquer profissional de saúde? Pois bem, essa pessoa ainda não aceitou sua enfermidade, seja ela física ou emocional e por conta disso, não buscou tratamento de fato.

Delícias da Tay
Rossana Bottini
Point das Coxinhas
Beto Auto Som

Voltando ao exemplo, é possível que a parede fique boa sem receber reformas? Não. É possível fazer um ajuste (ou a famosa ”gambiarra”)? Sim, mas não resolverá o problema e a longo prazo, o trabalho será maior. Assim, exatamente assim, acontece quando não aceitamos aquilo que esta nos causando sofrimento.

Aceitar é o primeiro passo para a melhora. Negar a ansiedade ou ficar tentando conviver com a mesma, sabendo o quanto está lhe causando sofrimento, é o mesmo que a aumentar um pouco todos os dias. Você já tentou evitar falar de um assunto? Como fica o seu humor quando você evita? Eu tenho certeza que você tem vários exemplos na sua vida, do quanto aceitar, foi fundamental para a mudança e negar, foi decisivo para a piora.

*Louise Angelo de Souza é colunista do site há 1 ano. Seus conteúdos sobre psicologia são postados de 15 em 15 dias. 

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Topo