Colunistas

É possível que eu desenvolva depressão, por conta da pandemia?

Sim, é possível. Para compreender melhor, precisamos entender dois pontos importantes da depressão: o primeiro é que, a depressão esta ligada diretamente a uma experiência de impotência que a pessoa vivência, por não conseguir mudar uma determinada situação; e segundo, a depressão faz com que olhemos para o futuro com um olhar de desesperança.

Trazendo essas duas características da depressão para a realidade que estamos vivendo, conseguimos identificá-las nesse período de pandemia. A pandemia surgiu para todos sem aviso e sendo uma situação que não nos oferecia muitas oportunidades de controle. Oferecendo-nos na verdade, uma grande experiência de impotência. Algumas pessoas em situações como esta, se frustram muito, sentem-se abandonadas, mesmo sem saber por quem ou pelo que, e tudo isso porque a sua vida precisou obrigatoriamente ser mudada.

Fazenda São Lourenço
Vitta Fisio
Studio LE
Madame Pink

Como dito acima, a depressão esta ligada ao passado, mesmo que esta situação ainda esteja presente, com o passar do tempo ela vai se tornando passado. Assim, é com as características da depressão, o sujeito vai percebendo dia após dia, que não conseguiu muda-la do jeito que o mesmo desejava e que tudo parece estar como ele não queria, afinal, não estava sob seu controle, iniciando assim, o adoecimento. O depressivo fica preso a situações passadas, mesmo que ainda estejam presentes de alguma forma.

É provável, para não dizer absoluto, que todo o mundo, em algum momento, parou para pensar como seria o futuro, conversou com alguém sobre isso, ficou ansioso, teve medo e duvidas. A pessoa depressiva, não se importa com o futuro, não o enxerga com bons olhos, é como se o futuro tivesse perdido o seu valor. Na depressão, habita a falta de esperança, e nesse sentido, muitos foram atingidos.

____

Psicóloga Louise Angelo de Souza
CRP 12/17679
Atendimento presencial e online
Criciúma e Siderópolis
@psicolouiseangelo

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Topo