Geral

Treviso faz campanha de enfrentamento à violência contra o idoso

Prefeitura de Treviso – Rafaela Maffioletti

A Secretaria de Assistência Social e Habitação de Treviso, em parceria com a Proast, está realizando esta semana uma campanha de prevenção e combate à violência contra os idosos. A ação é alusiva ao Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, celebrado na última terça-feira, dia 15.

Segundo a secretária Elaine Salvador Zeferino, o município está distribuindo materiais e orientando a população sobre o tema. “A entrega teve início no fim de semana. Agora, a Proast está distribuindo aos 110 idosos que são atendidos pela instituição”, explicou.

A data foi institucionalizada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa, em 2006. O Estatuto do Idoso considera violência qualquer ação ou omissão que provoque dano, aflição ou sofrimento físico, sexual, psicológico e econômico.

Studio LE
Sidertur
Confraria do Pão
Para Criar
Help Cell

Conheça as violências mais comuns

Violência física: é o uso da força física para compelir os idosos a fazerem o que não desejam, para feri-los, provocar-lhes dor, incapacidade ou morte.

Violência sexual: referem-se ao ato ou jogo sexual de caráter homo ou hetero-relacional, utilizando pessoas idosas. Esses abusos visam obter excitação, relação sexual ou práticas eróticas por meio de aliciamento, violência física ou ameaças.

Violência psicológica: corresponde a agressões verbais ou gestuais com o objetivo de aterrorizar, humilhar, restringir a liberdade ou isolar do convívio social.

Violência econômica e financeira: consiste na exploração impropria ou ilegal dos idosos ou uso não consentido por eles de seus recursos financeiros e patrimoniais, esse tipo de violência ocorre, sobretudo, no âmbito familiar.

Abandono: manifesta-se pela ausência ou deserção dos responsáveis governamentais, institucionais ou familiares de prestarem socorro a uma pessoa idosa que necessite de proteção.

Negligência: refere-se à recusa ou à omissão de cuidados devidos e necessários aos idosos por parte dos responsáveis familiares ou institucionais. É uma das formas de violência mais presente no país. Ela manifesta-se, frequentemente, associada a outros abusos que geram lesões e traumas físicos, emocionais e sociais, em particular, para as pessoas que se encontram em situação de múltipla dependência ou incapacidade.

Autonegligência: refere-se à conduta da pessoa idosa que ameaça sua própria saúde ou segurança, pela recusa de ter cuidados a si mesma.

Canais de denúncia

As denúncias podem ser realizadas às autoridades policiais, Ministério Público, Conselho Municipal, Estadual e Nacional do Idoso, Centro de Referência em Assistência Social (Cras), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Delegacia do Idoso, Defensoria Pública e Disque Direitos Humanos – Disque 100.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Topo