Colunistas

Como retomar a rotina depois de um cenário traumático

Nem sempre o tempo cura os traumas, nem nos faz esquecê-los. E isso não é possível porque ao posicionarmos nosso mecanismo de enfrentamento a uma possível cura, eles estarão lá, nos acompanhando. E farão isso através do estresse, ansiedade, estados depressivos, etc. Por outro lado, tem um ponto importante a se pensar.

Reflita comigo: ainda que seja possível vencer os impactos de um evento traumático, em tempo algum voltaremos a ser os mesmos que antes. Cederemos espaço para outro tipo de normalidade, mas isso não quer dizer que seja pior do que antes ou que deixemos de lado a nossa qualidade de vida.

O que acontece, é que criamos um novo “EU”, indivíduos com novos meios de lidar com o sofrimento. Pessoas com mais segurança interna para construir um novo normal. Superar um acontecimento complexo ou até mesmo um impacto traumático, não vem da força que supostamente tenhamos. Ele vem da habilidade, da maneira como se reagiu ao fato e da resiliência em aceitar a dor e conviver com ela. Sabemos que todo esse processo não é tão simples assim, porém aprendemos a dar espaço para novas etapas importantes em nossas vidas.

Laboratório Dal Pont
Help Cell
Para Criar
Confraria do Pão
Sidertur
Alice Decorações

POR QUE É TÃO CUSTOSO SE REABILITAR DE UM TRAUMA?
Bom, sabemos que cada indivíduo é único e que por essa razão cada um sente e interpreta os acontecimentos de forma também diferente. O que pode ser muito grave para uns, para outros não significaria tamanho sofrimento.
Essa experiência dolorosa gera o que se conhece como “Efeito de Arraste” no cérebro. Ou seja, imagens e sensações vividas ficam marcadas na memória emocional de uma forma mais intensa, e não importa o tempo que passar, essas lembranças ficam ali e acaba gerando o “efeito arraste” que acaba prejudicando nosso potencial, nossa felicidade, capacidade de tomar decisões e estabelecer novas relações sadias e satisfatórias.

A maioria de nós, podemos voltar à tal normalidade após um episódio traumático, tudo vai depender do impacto e da resiliência de cada um.

COMO VOLTAR AO “NORMAL” DEPOIS DE UM CENÁRIO TRAUMÁTICO?
✓ Devemos dar um tempo a nós mesmos. Não é possível voltar ao “normal” logo após a vivência;
✓ É preciso encarar a realidade, aceitar os fatos, identificar os sentimentos e pensamentos.
✓ Não faça nada sozinho. Peça ajuda, se apoie em uma, ou mais pessoas que o ama e que oferece sua aproximidade;
✓ Ao tentar retomar a normalidade, é recomendável criar novas rotinas. O cérebro precisa de hábitos pois é assim que alcançamos a segurança.
✓ Crie novos projetos e consequentemente novas perspectivas;
✓ Busque terapia psicológica. Há estratégias e técnicas para tratar do trauma.

É preciso tratar o que dói para continuarmos vivendo. Porque não basta sobreviver para ser feliz, é preciso quebrar as paredes que o aprisionam.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Topo