Colunistas

Em plena pandemia, setor da construção civil cresce, materiais ficam mais caros e escassos

Depois do aumento dos produtos da cesta básica, como o arroz e o óleo de soja, chegou a vez dos materias de construção! O aumento significativo dos últimos meses e a falta de produtos foi sentida pelo consumidor.

(Foto: Jaqueline Lopes)

(Foto: Jaqueline Lopes)

SIGA O NOSSO INSTAGRAM @ARQUITETOSJ2B

A queda da produção da indústria, por conta da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), e o aumento da procura devido as pessoas terem ficado mais em casa, ocasionou em uma alta demanda de produtos e serviços que ficou difícil de ser atendida. O local onde muitos passavam a maior parte do tempo descansando se tornou o local de trabalho e lazer durante esse período de pandemia. O cômodo largado está sendo reformado para virar escritório, aquela churrasqueira esquecida, acabou virando um espaço gourmet. Como consequência, a grande mudança de habito acabou gerando uma maior procura por materiais de construção.

Beto Auto Som
Studio LE
Premium Auto Lavação
Camella
Sider Site
Espaço Aurora

Segudo o presidente da CBIC (Camara Brasidelira de Indústria da Construção) José Carlos Martins, “Na pandemia, em todo o mundo, os fabricantes reduziram produção e queimaram estoques para fazer caixa”, porém ele avalia que a industria brasileira demorou para reagir ao aumento da demanda após o pico da crise.

Artigos como cerâmicas, tintas, pisos laminados, tijolos e cimentos estão escassos no mercado, os fornecedores estão fazendo o possível para atender a tempo seus clientes, a oscilação dos preçoes está bastante considerável, mas muitas vezes a única opção é aguardar a produção das fábricas, que aos poucos volta ao normal com suas produções.

Estamos com um grande problema, causado pela falta de insumos para a construção civil, que é uma das principais pontes para alavancar a economia brasileira, que passa por uma grande recessão, porém é considerado um problema “bom”. O que precisamos é saber lidar com esse problema e fazer com que as indústrias voltem a produção normal para que possa atender a demanda e consquentemente, a economia voltar a girar.

____

Colunista Luiz Felipe Bez Birolo @luizfelipebezz.arq

Designer de Interiores, Arquiteto e Urbanista CAU A156213-4

Sócio proprietário do escritório J+2B ARQUITETOS

 

Para mais informações siga o nosso Instagram @arquitetosj2b ou entre em contado pelo WhatsApp: 48 9 9936 2590.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Topo